11 janeiro 2016

Te vejo na nuvem antiga

E foi entre nuvens que me despedi
ao vê-lo,
assim
imenso
na suavidade do azul
na inteireza do branco
guerreiro sereno
esculpido pela deusa natureza.

(Para meu amigo Claudiano Xavier da Cruz, artista que esculpe e pinta em outro Universo )

13 abril 2015

bote palavra

bote ovo
bote tudo
bote tudo pra fora!
dói na hora
depois passa
fica o vazio
a dor parida do ovo

enquanto não bota
encrua.
enquanto não bota
aumenta o desejo
de botar.

enquanto sabota
não bota o ovo.

Na hora que botar
ele quebra
e mil palavras estraladas
no ar.

Teu corpo livre
até o próximo ovo.

18 março 2015

entre-raízes. nov/2014

Dai-me um pedacinho de terra, um tronco de árvore e um amigo.
Estarei bem acompanhado, farei comidinha, descansarei, estarei atento ao momento-presente.
Tenha cuidado ao me chamar, ao me retirar desse invólucro invisível chamado Imaginação.

13 janeiro 2015

O que pode uma fotografia ?

foto: CELSO LIMA

Querido. Vi a foto de sua mãe. Já senhorinha, pousando seu corpo  , com mãos estendidas para suas plantas.(sim, o verbo é: pou-san-do...”) ....  
Ali, identifiquei um maracujá e sua flor... a flor do maracujá.
Lembrei de minha mãe, que já se foi. Ela  gostava de plantas –  não gostava apenas – A-DO-RA-VA ...Tinha uma casa-sítio em Peruíbe. Às vezes, passava pelo meu apartamento e  levava algumas plantinhas esturricadas para cuidar . Certa vez,  plantei uma semente de maracujá, e ela ficou indignada que eu ia deixar ali , num vasinho qualquer. Levou pro sítio , cuidou e  a plantinha  cresceu. Então ela me devolveu, já crescido e cuidado, o talmaracujá. Voltando à pequena área, a plantinha começou a definhar. Dei para uma amiga , cujo pai tem dedos verdes e a plantinha foi morar em outros quintais. Quando minha mãe faleceu, o maracujá floresceu...e eu fui lá pra ver....
Na verdade eu fui lá pra ver minha mãe através  da flor...
Pois somos  sementes,é isso..E florescemos...basta um pouco de cuidado.


Então, o que pode uma fotografia? 

21 dezembro 2014

SALA É CELA.
LICENÇA MÉDICA NÃO É 
LICENÇA POÉTICA.
Essa escola acima é de que século?